João de Barros | Praia de Santa Cruz | Galeria de Notáveis
Torres Vedras - Portugal
     
   
  Como Chegar  
  Região do Oeste  
  Torres Vedras  
  As Freguesias  
   
  A Costa e o Litoral  
  As Praias  
   
  Passeios  
  Desporto  
   
  História e Estórias  
  O Património  
  A Etnografia  
  A Gastronomia  
  A Religião  
  Galeria de Notáveis  
   
  A Visitar  
  Eventos Culturais  
  Eventos Desportivos  
  Eventos Populares  
  Album de Fotografias  
  Galeria de Arte  
  Associações/Colectividades  
   
  Onde Dormir  
  Onde Comer  
  Onde Comprar: Artigos  
  Onde Comprar: Serviços  
  Biz - Empresas & Negócios  
   
  Mapas  
  Telefones Úteis  
  Previsão das Marés  
  Estado do Tempo  
     
     

 

 

 

Cultura & Etnografia - Galeria de Notáveis - João de Barros

Monumento em Homenagem a João de Barros

No Largo sobranceiro à Praia do Norte, foi construído um monumento em homenagem ao poeta, pedagogo e publicista João de Barros.

O poeta era um apaixonado pelo mar e em especial pelo Oceano Atlântico e passou vários Verões em Santa Cruz. Nestas paragens espalhou a sua cultura e os seus ideais de humanidade e de fraternidade, fazendo grandes amizades.

João de Barros confiava e tinha fé nos destinos do nosso povo, amava tudo o que era Português. A sua poesia traduz estados de alma que se baseavam em valores elevados: a sinceridade e as virtudes do espírito de um homem de verdade.

O escritor Ferreira de Castro escreveu uma dedicatória que se encontra gravada na face posterior do monumento e que tem o seguinte teor:

“No Verão um grande poeta vinha contemplar o Atlântico de sobre estas arribas. Dedicara a vida a unir ainda mais a alma de Portugal à do Brasil, através do mar que ele amava desde menino. Na sua obra de resplandecente beleza cantava a liberdade, a fraternidade, as virtudes do homem e o futuro redimido de velhas servidões. Chamava-se João de Barros e foi também um preclaro cidadão, desses que honram eminentemente a espécie humana."

O poeta nasceu na Figueira da Foz em 4 de Fevereiro de 1881 e veio a falecer em Lisboa em 1960.

João de Barros em 1904 formou-se em Direito pela Universidade de Coimbra. Em 1920, foi eleito sócio da Academia Brasileira de Letras e, em 1925, foi nomeado Ministro dos Negócios Estrangeiros. Foi um fervoroso defensor das relações de amizade entre Portugal e o Brasil e em 1945, foi agraciado com a Grã-Cruz do Cruzeiro do Sul.

 

Sabia que ...

 

João de Barros dedicou os seus últimos anos de vida à adaptação em prosa de alguns dos mais famosos textos clássicos: "Os Lusíadas" de Luís Vaz de Camões e a "Odisseia" de Homero, entre outros.

 

 

Texto: Artur Henriques
Fotografias: Artur Henriques
Publicado em: 10-Mai-2005

Para obter mais informações envie-nos um email

 

 
Monumento a João de Barros
João de Barros 1881-1960
Um pormenor do monumento:
As Gaivotas e o Mar
Poema... em baixo relevo na face anterior do monumento
     
   
  Antero de Quental  
  João de Barros  
  Kazuo Dan  
  Joaquim Agostinho  
   
  Fotos Antigas Santa Cruz  
  Fotos 1ª metade Séc. XX  
  Postais Antigos  
     

 

Copyright © 2005-06 Belenus, Lda