Torres Vedras - Portugal
     
   
  Como Chegar  
  Região do Oeste  
  Torres Vedras  
  As Freguesias  
   
  A Costa e o Litoral  
  As Praias  
   
  Passeios  
  Desporto  
   
  História e Estórias  
  O Património  
  A Etnografia  
  A Gastronomia  
  A Religião  
  Galeria de Notáveis  
   
  A Visitar  
  Eventos Culturais  
  Eventos Desportivos  
  Eventos Populares  
  Album de Fotografias  
  Galeria de Arte  
  Associações/Colectividades  
   
  Onde Dormir  
  Onde Comer  
  Onde Comprar: Artigos  
  Onde Comprar: Serviços  
  Biz - Empresas & Negócios  
   
  Mapas  
  Telefones Úteis  
  Previsão das Marés  
  Estado do Tempo  
     
     

 

 

 

Cultura & Etnografia - O Património Arquitectónico - Moinho de Caixeiros

O Moinho de Caixeiros

Nos arredores de Santa Cruz, na povoação de Caixeiros, encontra-se em excelente estado de conservação, um "moinho de várzea", classificado como Património de Interesse Municipal e que foi mandado edificar em 1836.

Os moinhos de vento surgiram na Europa por volta do século XII, chegaram primeiro a Itália e França, depois à Península Ibérica e, por último, surgiram em Inglaterra, na Holanda e na Alemanha.

Os moinhos usados na Europa, nessa época, já tinham o eixo horizontal e possuíam quatro grandes pás colocadas em forma de cruz. A sua principal função era moer grãos de cereais, embora na Holanda, pudessem ser utilizados para secarem terrenos alagados. Talvez influenciados pelo saber das artes marítimas de navegar à vela, em Portugal, os moinhos de vento eram edificados no alto dos montes e usavam normalmente quatro velas de pano, apoiadas em quatro mastros de madeira.

O Oeste é a região do país onde predomina a maior quantidade de moinhos de vento de toda a Europa. Já em 1905, Gabriel Pereira, num passeio a Santa Cruz de Ribamar, hoje Santa Cruz, descrevia assim os moinhos: "Passamos junto de moinhos em grande buzinada, as cordas cheias de louça, dezenas de vasos de barro; os moleiros destes sítios são grandes amadores desta música".

O moinho de Caixeiros é um exemplar raro de moinho de vento, pois está implantado num vale, podendo ser designado como um "moinho de várzea". Foi edificado em 1836 em substituição de de uma azenha que tinha sido destruída pelas cheias. No ano de 1986, foi adquirido pela Câmara Municipal de Torres Vedras e após importantes obras de restauro, foi inaugurado em 10 de Julho de 1987.

O moinho encontra-se em laboração e está aberto ao público para visita. Neste museu vivo é possível observar a movimentação das engrenagens, a mó a moer os grão de cereal e a fase de ensacamento da farinha. No edifício em anexo esta farinha é usada para confeccionar, com os métodos tradicionais, um excelente pão caseiro, de milho ou de trigo, que podem ser adquiridos e saboreados no local.

 

Sabia que ...

Um moinho é uma instalação destinada à fragmentação ou pulverização de materiais em bruto, como grãos de trigo ou de outros cereais, por meio de mós. Há dois grandes grupos de moinhos tradicionais, que se classificam e distinguem pela fonte da energia utilizada para fazer mover as suas engrenagens e mó:

  • Moinhos de vento são todos aqueles moinhos que utilizam a força do vento como fonte de energia, "energia eólica".
  • Moinhos de água são os moinhos que fazem uso de correntes de água, "energia hidráulica".

 

Texto: Artur Henriques
Fotografias: Artur Henriques
Publicado em: 26-Jul-2005

Para obter mais informações envie-nos um email

 

 
O Moinho de Caixeiros
"Os moleiros destes sítios são grandes amadores desta música"
A Engrenagem do Eixo Horizontal
A Mó a moer os Grãos de Trigo
     
   
  Imóveis Interesse Público  
  O Moinho de Caixeiros  
  A Igreja da Santa Cruz  
  A Capela de Santa Helena  
  A Igreja Nossa Sra da Luz  
  Ruínas do Convento Penafirme  
  O Penedo do Guincho  
   
  Cortejo de 15 Agosto  
  Carnaval de Verão: Sta Cruz  
  O Carnaval de Torres  
   
  Reserva Natural Santa Cruz  
  Cortejo de 15 Agosto  
  Carnaval de Torres 2006  
  Carnaval de Torres 2004  
  Rio Alcabrichel  

 

Copyright © 2005-06 Belenus, Lda